| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 99538 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 2 }

Comentários
2 Comentários
Por Walter Tabacniks - Exibidor | 08/09/2019

só a cena final, com o balão, teria que ter sido melhor resolvida, pois bastou vê-la com o balão, já se sabe que ela irá largá-lo, logo perde todo efeito dramático. Talvez tivesse editado primeiro o balão voando, plano fechado nela segurando o barbante (sem balão) o balão retornando, o barbante ficando menor, e cena congela entre a fusão dos dois momentos. O balão retornando, e a corda já fora da mão dela. Só uma sugestão... deve haver outras. No mais, sensacional o primeiro cigarro como um: "será que eu vi mesmo?"
Por Larissa Leotério - Usuário | 20/04/2010

"A Infância de Margto" é fascinante. Perceber quantos detalhes subentendidos, o mínimo que é tão grande. Belíssima forma de mostrar que as pessoas envelhecem, morrem e não podemos "segurar" as lembranças. Precisamos entender que é necessário soltar o balão em algum momento! Parabéns ao autor. Larissa Leotério