| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 62319 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 6 }

Comentários
A Lâmpada e a Flor

Ficção, Conteúdo Adulto | De Pablo Ferreira | 2003 | 18 min | SP

11 Comentários
Por DANIEL JOSE DE QUEIROZ NETO - Usuário | 13/12/2010

Luiz Marmora.... Que maravilha... Adorei... Muito bom...
Por Luiz Carlos Fernandes - Usuário | 01/11/2010

O roteiro é deficitário. A realização regular. A produção da ECA está meio fraquinha, hein?
Por Yasmim Alcântara - Usuário | 06/07/2010

Fantástico. As atuações estão perfeitas... Acho que o vendedor de coco indicou qual seria o futuro de Zulmira quando disse: "vocês devem mudar de ponto" Ora, muito simbólico, pois quando não há mais luz elétrica que Zulmira ligue, que se acendam os candeeiros.
Por Lino Zero - Usuário | 28/01/2010

O tipíco filme incompreensível. Coisa de intelectual em desvario.
Por Adriana Amorim - Usuário | 28/01/2010

Que viagem!! Muito interessante a dinâmica do filme, imprevisível do começo ao fim... roteiro fantástico! Parabéns pelo trabalho! Abraços...
Por Luan Bolsoni - Usuário | 28/01/2010

Gostei muito e não entendi o veto de exibição nesse horário. Abraços
Por Paulo Brasil de Lima - Usuário | 28/01/2010

Assisti ao filme e gostei. Há quem não goste. Gosto não se discute. Quanto a censura, sou totalmente contra.Tenho capacidade para fazer minha própria censura. Um país para ter uma censura decente precisa de homens culturamente capazes, eticamente impecáveis, honestamente reto e de comportamento público e privado imaculado. No Brasil tenho certeza absoluta que este homem não existe. Portanto nossa censura é de fato jocosa. Lembram da Redentora?
Por Taluy Zanatta - Usuário | 28/01/2010

Lógico, ridículo esse curta, coisa de uspiano marxista esclerosado que não tem o que fazer.....
Por Nilson de Paulla - Usuário | 28/01/2010

Sou Ator amador e estou estudando o Método de Plínio Marcos. Percebi que a linha do Autor/Diretor Pablo é bastante similar. Gostei muito. Atuações muito convicentes, cenografia realística. Daria uma noto 8.
Por josé osvaldo barreto rocha bra - Exibidor | 28/01/2010

Narração contundente, interpretações excelentes. Tabus bem discutidos.

Páginas: 1 2