| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 939170 { professores: 2 | editores de blog: 4 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 30 }

Comentários
Amor Só de Mãe

Ficção, Conteúdo Adulto | De Dennison Ramalho | 2002 | 20 min | SP

29 Comentários
Por Erico Jose - Usuário | 29/08/2013

Que direção excelente, estou estudando cinema, espero que um dia possamos trabalhar juntos!
Por Alexandre Nuñez Tardin - Usuário | 24/07/2013

Perturbador.
Por Brenda Roseno - Usuário | 10/10/2012

Terror não é para todos!
Por SEBASTIÃO J MARQUES DE OLIVEIR - Exibidor | 04/05/2012

Uma abordagem interessante da contrafação do amor. Da paixão diabólica! Da loucura!
Por Renee Giorgio Chimati - Usuário | 28/01/2010

Meu Deus! Esse filme é realmente perturbador. Nem mesmo O Exorcista, que eu assisti quando tinha apenas 12 anos me deixou tão perturbado quanto este. É realmente uma obra-prima do terror brasileiro.
Por Renato Orsini Ornellas - Usuário | 28/01/2010

Fraquíssimo esse filme... não vi nada de gênial nele...
Por Dilermando Freitas de Lima - Usuário | 28/01/2010

Me desculpem, mas isso é ridículo isso é pura obra de um enfermo psicopata. Se a arte é a expressão dos sentimentos do artista, deu para entender muito bem o que sente o autor desse curta pela sua própria mãe e o seu interesse pelo satanismo. A minha nota, espero que seja publicada é 0 (zero).
Por AnaPaula Albuquerque Teixeira - Usuário | 28/01/2010

Melhor que muitos filmes lá de fora!
Por Paulo Ggimarães de Castro - Usuário | 28/01/2010

Caros amigos! Quando criança, eu ouvia Vicente Celestino cantar "Coração Materno" e ficava horrorizado com a cena do crime em que o filho matava a mãe a pedido da amante. Nunca pensei que alguém tivesse coragem para filmar uma cena assim com tanto realismo. Enquanto o grande Vicente cantava um dos seus maiores sucessos eu imaginava aquela cena de horror que no filme ficou perfeita, principalmente no momento em que o coração é retirado do peito da pobre mãe. "Chega à choupana o campônio Encontra a mãezinha ajoelhada a rezar. Rasga-lhe o peito, demônio, Tombando a velhinha aos pés do altar. Tira do peito sangrando, Da velha mãezinha, o pobre coração E volta a correr proclamando: Vitória...vitória! tem minha louca paixão." O filme é horror e suspense do começo ao fim, só achei que o protagonista deveria ser mais jóvem. Parabéns aos produtores. Paulo
Por Guiga Motta - Usuário | 28/01/2010

Bom hein.. Muito bom... Respiração presa do começo ao fim.

Páginas: 1 2 3