| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 503835 { professores: 2 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 13 }

Comentários
Castanho

Ficção | De Eduardo Valente | 2002 | 12 min | RJ

13 Comentários
Por Dagmar De Abreu - Usuário | 01/06/2012

Achei interessante sair do PADRÃO das mulheres esqueléticas. Mostrar a Balzaquiana com todo o direito de ser FELIZ quilos a mais ou não.
Por Tales Amaral Torezani - Usuário | 18/04/2011

Diante da "perfeição" ao estilo Manoel Carlos, nada mais legítimo que uma desajustada! Mas daí a mostrar o enfrentamento dela com essa realidade propondo um escapismo tão "Manoel Carlos" como ir para um spa na serra e, pior, fetichizar um macaco de pelúcia, apenas contribui para as coisas continuarem como estão. Afinal, se o prazer merece conotação positiva, ele só faz sentido numa cabeça pensante, fora isso é puro hedonismo sem maiores consequências e ludibriação com o consumo de mercadorias "bonitinhas"...
Por Daniel de Oliveira - Usuário | 28/01/2010

Excelente curta com ótima fotografia e som. No fim a gente concluiu que de fato não é necessário muito para ser feliz.
Por CARLOS ALBERTO LEAL SOUZA - Usuário | 28/01/2010

Boa imagem, bom som, tema muito agradável, mensagem de otimismo. Foi o melhor de todos para mim, até agora. Chega de violência. Parabéns!
Por Ludmila Silva de Castro - Usuário | 28/01/2010

Sensacional, encantador!!! Parabens para o autor.
Por Lucila Casseb Pessoti - Usuário | 28/01/2010

Nada como uma boa massagem na auto-estima, né?
Por Paulo Roberto de Oliveira Jr - Usuário | 28/01/2010

Péssimo. Quase desisti no meio... e me arrependi por não tê-lo feito.
Por Ariel Lacruz - Usuário | 28/01/2010

É engraçado e poético. De fato o prazer está na cabeça.
Por Gabriel Gonzalo Penaranda Elia - Usuário | 28/01/2010

Não posso dizer que este curta seja ao menos bom, em nenhum momento mostrou brilho própio ou algo marcante em termos de criatividade, mas como hoje em dia tudo pode ser chamado arte! Desculpem-me, mas falta inspiração desde o roteirista ao diretor. O primeiro pecado e que não se tem vontade de ver ate o final, e o segundo e que se fica decepcionado com ele.
Por Ana Rosa Domingues - Usuário | 28/01/2010

Já tinha visto os Los Hermanos falando bem do filme, mas realmente o Eduardo Valente está de parabéns e o grupo Los Hermanos também! Essa junções de artes-visuais e música engrandecem muito nossos filmes! Parabéns a todos os produtores e colaboradores!

Páginas: 1 2