| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 1169308 { professores: 3 | editores de blog: 5 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 38 }

Comentários
Jorjão

Documentário | De Paulo Tiefenthaler | 2004 | 19 min | RJ

14 Comentários
Por Rodolfo Lo Bianco - Usuário | 28/02/2012

Este vídeo é uma preciosidade. Recentemente fui fazer vídeo e fotografia de um grupo show de Velha Guarda do Rítmo de Padre Miguel e quem era o mestre da bateria? Mestre Jorjão ainda mandando ver no comando dos repíques, surdos e caixas.
Por LUIZ ANTONIO CRUZ DA SILVA - Usuário | 17/02/2012

Jorjão foi infeliz em rotular o ritimista de bobo. Eles são artistas sensíveis e dotados de enorme talento. Percussão é difícil e no Brasil ainda não tem gde reconhecimento.
Por Amy Duncan - Usuário | 28/01/2010

Se pudesse, daria 10 estrelas! O Mestre Jorjão, um dos diretores de bateria mais criativos e inovadores...ele e o Mestre Odilon.
Por joão Batista Pareira da Silva - Usuário | 28/01/2010

É Pedagógico,mui parabens ao Diretor Paulo,obrigado por nos mostrar os bastidores,que a midia nos esconde.Ao mestre Jorjão,você é um maestro quanto aos mais famosos,cumpra sua missão e seja feliz.Parabens aos cariocas,parabens a humanidade.
Por Lucila Casseb Pessoti - Usuário | 28/01/2010

Genial ver como bate o coração de uma escola de samba. A batuta de Mestre Jorjão é 10.
Por Nilza Sousa da Silva - Usuário | 28/01/2010

Filme vibrante.
Por ADELIA AZEVEDO - Professor | 28/01/2010

Parabéns por focar este tema - mestres de bateria. Excelente para ser trabalhado em sala de aula. Mestre Jorjão merece esta homenagem. As baterias das escolas de samba são os corações das escolas de samba. Valeu!
Por MARCOS JOSÉ PARANHOS DA SILVA - Usuário | 28/01/2010

Excelente o curta sobre o grande mestre Jorjão. Sou suspeito em falar, pois sou auxiliar do grande Jorjão desde os tempos da Mocidade. Jorjão é um dos poucos que podemos chamar de mestre de bateria, e o pouco que aprendi na frente de uma bateria, devo a ele. Parabéns a toda produção deste filme. Marcos Paranhos.
Por Alex Azevedo - Usuário | 28/01/2010

Do candomblé ao samba: levando a antropofagia modernista ao limite. Mestre Jorjão, musicalidade, brasilidade: um fiel representante da cultura popular brasileira. Poesia em forma de bateria. Assistam a este curta!
Por Fernando José Soares Mariano - Usuário | 28/01/2010

Boa Sorte no comando da Bateria da nossa gloriosa IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE. Um Abraço, Fernandão.

Páginas: 1 2