| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 211526 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 37 }

Comentários
Omoidê

Ficção | De Dannon Lacerda | 2009 | 12 min | RJ

8 Comentários
Por Danon - Usuário | 03/08/2014

Obrigado, meus amigos, pelos comentários e também pelo carinho. Omoidê é o meu primeiro filme, realizado em 2008 sem patrocínio, mas com uma vontade muito grande de fazer um bom cinema no Brasil... e foi assim que encontrei grandes profissionais que se somaram à equipe. Foi 1 no de laboratório, 8 dias de filmagens e 1 ano de montagem. O lançamento ocorreu no Curta Cinema 2009. E, desde então, só me traz alegrias. Abração a todos.
Por Fabrizzio - Usuário | 04/08/2014

Lindo poema, repleto de sensibilidade. Certamente o melhor curta do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Boa sorte!
Por biju martins - Usuário | 27/07/2014

Muito lindo,emocionante!!Direção e elenco uma pintura,parabéns!!
Por José Maciel - Usuário | 23/07/2014

Excelente filme!
Por Ildeliana Maia - Usuário | 22/07/2014

Achei o cenário encantador. A Música de uma delicadeza retratando o momento da personagem. Parabéns a todos.
Por cintia barreto - Usuário | 19/07/2014

Sensível, reflexivo, belo!
Por Johnny Soares - Usuário | 17/07/2014

Lindo poema em forma de imagens e sons, com belíssima música e interpretações sensíveis do elenco, em especial da sempre talentosa Miwa Yanagisawa. Parabéns e sucesso!
Por Caio Fernando - Usuário | 02/06/2010

Omoidê é um dos curtas mais lindos que vi nos últimos tempos, pois evita a linguagem clássico narrativa, investindo no poder e na poética das imagens. Tudo está equilibrado: fotografia, música, tempo e, especialmente, a belíssima (e na medida) atuação de Miwa Yanagizawa, certamente uma das melhores atrizes de sua geração. Tive a oportunidade de assistir esse filme no Curta Cinema 2009... pena que o vídeo não esteja aqui para que possamos conferir novamente! Parabéns ao diretor e sua equipe por conseguirem, com recursos próprios, realizar um filme encantador que preserva uma atmosfera kurosawiana, oriental...